Novidades e notícias

Comil

Os Silos Comil possuem acessórios adequados às normas vigentes de segurança

A expansão agrícola no Brasil é uma realidade cada vez mais consolidada. Conforme os dados mais recentes do Censo Agropecuário 2017, cerca de 41% da área total do país é destinada à agricultura. Ao todo, são mais de 5 milhões de estabelecimentos agropecuários em todo território nacional. Como é de se imaginar, os desafios demandados pela área são muitos, visto que ainda é grande a defasagem entre a capacidade de armazenagem e a produção brasileira. Assim, os investimentos em estruturas para armazenagem são necessários e devem acontecer constantemente. Os silos metálicos Comil são a alternativa adequada para o armazenamento de grãos. Eles são versáteis, higiênicos e oferecem baixo custo operacional.

Embora a principal finalidade de um silo Comil seja a de preservar grãos, antes, é necessário proteger as pessoas, responsáveis pela operação. Cabe lembrar que as normativas estaduais do Corpo de Bombeiros e a Legislação Brasileira trouxeram uma série de exigências para garantir um alto nível de segurança operacional. Uma das mais importantes e extensas, das 36 Normas Regulamentadoras (NR) da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), é a número 12 (NR12). Conforme a indústria nacional se desenvolveu, a Norma passou por atualizações e vigora desde 2012 (a última alteração ocorreu por meio da Portaria Nº 916 do Ministério da Economia, de 30 de julho de 2019).

Conforme a NR12 é de responsabilidade do empregador adotar medidas de proteção para o uso seguro de máquinas e equipamentos. Ela exige, inclusive, a adoção de medidas apropriadas para trabalhadores portadores de deficiências. Ou seja, é a empresa que deve garantir a saúde e a integridade física dos funcionários. Mesmo assim, frequentemente, são veiculadas notícias de acidentes em unidades de armazenagem, que podem ser fatais (ver box). Logo, o desafio enfrentado, há anos, pelas fabricantes de equipamentos agrícolas, como é o caso da Comil, é aliar as limitações técnicas com as exigências normativas, buscando oferecer condições seguras aos usuários.

BOX: Diversos acidentes podem ser evitados dentro de um silo. Confira e reduza os riscos:
1) Engolfamento: a pessoa é sugada para dentro da massa de grãos; 2) Pó em suspensão: a elevada concentração de pó pode ser explosiva quando combinada com um ponto de ignição; 3) Geração de gases tóxicos: a deterioração de material orgânico pode gerar gazes altamente tóxicos, imperceptíveis ao olfato humano; 4) Operação da rosca varredora: a operação do equipamento necessita do auxílio manual do operador, tornando-se um potencial risco de acidentes.


Além dos itens de segurança, é fundamental a preparação técnica dos envolvidos na operação. Treinamentos e monitoramento constante para capacitação do quadro de colaboradores previne situações de risco. Por exemplo, a entrada de funcionários em um silo Comil só pode ser realizada observando-se todos os requisitos normativos e levantamento do risco potencial. Atualmente, diversos acessórios e equipamentos da Comil protegem os operadores, tais como roscas varredoras autônomas, pontos de ancoragem, mono vias, entre outros, que, aliados a capacitação técnica, oferecem a segurança necessária para os usuários.

 

Outras Notícias

Imprensa

Fale com a assessoria de imprensa da Mascarello

++55 45 3219 6083
++55 45 3219 6000

Fale conosco

Fale com o Grupo Mascarello

+55 45 3219 6000